Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



5 fatos que você não conhece sobre o AVC Doenças Crônicas

Home > Matérias > Doenças Crônicas > 5 fatos que você não conhece sobre o AVC

O acidente vascular cerebral (AVC), mais popularmente conhecido como derrame, é a principal causa de mortes no Brasil e incapacidade no mundo. De acordo com dados da World Stroke Organization, uma em cada 6 pessoas terá essa condição ao longo da vida.

 

Saber reconhecer os sinais de alerta e buscar atendimento médico de emergência pode ajudar a salvar a vida de uma pessoa que esteja passando pelo problema. Veja a seguir cinco fatos que você provavelmente não conhece sobre o AVC:

 

1 - Existem dois tipos de AVC.

 

O AVC corresponde ao surgimento de um déficit neurológico súbito causado por um problema nos vasos sanguíneos do sistema nervoso central. É dividido nos seguintes subtipos:

 

Isquêmico – Esse é tipo de AVC mais comum entre a população e está relacionado à obstrução ou redução brusca da circulação sanguínea em uma artéria cerebral.

 

Hemorrágico – é causado por uma ruptura espontânea de um vaso, com extravasamento de sangue para o interior do cérebro.

 

2 - O reconhecimento dos sinais do AVC e a busca imediata por atendimento médico podem salvar vidas e evitar sequelas graves.

 

Os principais sinais de alerta do AVC são: dormência ou fraqueza no rosto, braço ou perna; dificuldade para falar ou compreender a fala; dificuldade súbita para enxergar com um ou os dois olhos; dificuldade súbita para caminhar ou se equilibrar; dor de cabeça súbita e intensa.

 

No Brasil, temos o teste do SAMU para identificar os sinais do AVC:

 

S – de sorriso: peça para a pessoa sorrir

A – de abraço: peça para a pessoa um abraço

M – de música: peça para a pessoa repetir uma frase como uma música

U – de urgência: se a pessoa não conseguir fazer essas ações, ligue para o SAMU (192)

 

O quanto antes o indivíduo que estiver sofrendo um AVC receber atendimento médico, mais chances ele terá de ter a vida salva.

 

3 - Durante um derrame, quase 120 milhões de células cerebrais morrem por hora.

 

De acordo com a American Heart Association, o cérebro de uma pessoa com AVC envelhece 3,6 anos a cada hora sem tratamento. Portanto, quanto mais cedo o paciente receber cuidados médicos, melhores serão suas chances de recuperação.

 

4 - Um em cada 4 sobreviventes terá outro AVC. A prevenção é crucial, já que os derrames seguintes podem ser mais debilitantes do que os primeiros.

 

Entre os principais fatores de risco do AVC estão idade avançada, hipertensão, doenças do coração (como arritmias), tabagismo, diabetes, sedentarismo, obesidade, colesterol alto e consumo de drogas e álcool.

 

5 - Oitenta por cento dos derrames são evitáveis.

Manter uma dieta saudável, realizar atividades físicas regulares, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e tabagismo, além de controlar outros fatores de risco como colesterol alto e diabetes são atitudes fundamentais para a prevenção do AVC.

Voltar