Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Choro do bebê Saúde da Criança

Home > Matérias > Saúde da Criança > Choro do bebê

O choro é a primeira manifestação da linguagem do ser humano. Portanto,

quando seu bebê chora, ele certamente está querendo dizer algo a você!

O bebê pode chorar por estar com fome, sono, precisando trocar a fralda, dor

ou querendo contato físico com a mãe. Mas como saber qual o motivo real a

cada choro?

investigando os motivos

O mais indicado é começar pela alimentação, verificando se o bebê está com fome. Alguns pediatras recomendam horários para as mamadas, geralmente com intervalos regulares de três ou quatro horas; outros são adeptos da livre demanda, oferecendo as mamadas sempre que o bebê solicitar. Ofereça alimento e observe.

Caso o choro persista após o bebê estar alimentado, verifique a fralda, pois se estiver muita suja, poderá causar as temidas assaduras, que provocam dor e incômodo.

Um terceiro passo, em caso de persistência do choro, é verificar se o bebê está sentindo algum tipo de dor. Nessa fase, as mais comuns são as cólicas, que podem ser amenizadas com o auxílio de bolsas de água quente na região do abdomen. Há vários tipos de compressas disponíveis em lojas para bebês: são

saquinhos com ervas aromáticas e com propriedades terapêuticas, que podem

ser aquecidos em microondas, trazendo alívio e acalmando.

Mas seu bebê pode simplesmente necessitar de colo e aconchego! O carinho de um embalo, muitas vezes, é suficiente para que o bebê se acalme e pare de chorar.

No entanto, se o seu bebê continua chorando, mesmo após todas essas etapas serem verificadas, é importante que você converse com o pediatra, pois ele poderá fazer uma avaliação mais eficaz do motivo da persistência do choro.

Voltar