Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Prevenção e acompanhamento médico Saúde do Idoso

Home > Matérias > Saúde do Idoso > Prevenção e acompanhamento médico

Prevenção e acompanhamento médico frequente são aliados dos idosos contra as doenças crônicas

O envelhecimento geralmente está associado a uma maior prevalência de doenças crônico-degenerativas, que, quando não tratadas adequadamente, podem prejudicar a qualidade de vida. A prevenção é o principal aliado para manter a saúde em dia.

Conheça algumas as doenças mais comuns entre os idosos e saiba como preveni-las.


Doenças cardiovasculares:

O que são: Doenças que afetam o sistema circulatório, como angina (dor no peito), infarto, insuficiência cardíaca e Acidente Vascular Cerebral (AVC), conhecido popularmente como derrame. 

Causas: Fatores hereditários, alimentação inadequada, excesso de peso, consumo excessivo de gordura, tabagismo e vida sedentária.

Prevenção: Praticar exercícios físicos regularmente, controlar o peso e adotar uma dieta balanceada. Também é muito importante abandonar o cigarro e manter os níveis de pressão arterial, colesterol e glicemia dentro da normalidade. 


Pressão alta:

O que é: Alteração contínua da pressão arterial acima (sugiro colocar 140 X 90)

Causas: As principais são idade, consumo excessivo de sal, hereditariedade, obesidade, sedentarismo, alcoolismo, estresse e fumo.

Prevenção: Na maioria dos casos a hipertensão arterial não apresenta nenhum sintoma no início da doença, e por este motivo a doença é conhecida como silenciosa. A melhor forma de prevenção é o acompanhamento médico regular e adoção de hábitos saudáveis.


Osteoporose:

O que é: Enfraquecimento dos ossos

Causas: Dieta pobre em cálcio, sedentarismo e tabagismo. 

Prevenção: Atividade física, alimentação rica em cálcio (leite, queijo, iogurtes), exposição ao sol, e evitar o consumo de refrigerante a base de cola.


Diabetes:

O que é: Doença caracterizada pelo aumento da glicose ou açúcar no sangue

Causas:  Hereditariedade, excesso de peso, sedentarismo e idade superior a 45 anos;

Prevenção: Controle de peso, realizar atividades físicas regularmente, alimentação saudável e cessação do tabagismo, são ações primordiais para prevenção.

Realizar consulta de rotina com medico de sua confiança.


Pneumonia:

O que é: é o nome que damos à infecção de um ou ambos os pulmões. É uma doença provocada por micro-organismos (vírus, bactéria ou fungo) ou pela inalação de produtos tóxicos 

Causas: Ela pode ser adquirida pelo ar, saliva, secreções, transfusão de sangue ou, no caso do inverno, devido a mudanças bruscas de temperatura. Essas mudanças comprometem o funcionamento dos pelos do nariz responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que acarreta em uma maior exposição aos micro-organismos causadores da doença.

Prevenção:As principais formas de prevenção são simples: lavar as mãos, não fumar, evitar aglomerações e se vacinar. Atualmente, existem vacinas disponíveis para a pneumonia pneumocócica que, mesmo não sendo capazes de prevenir todos os casos de pneumonia, podem evitar as formas mais graves.


Alterações sensoriai:

O que é: A maioria das pessoas, à medida que envelhece, vai sofrendo modificações estruturais e funcionais no sistema sensorial, que mediante a sua gravidade, podem limitar a independência e desempenho na realização das atividades de vida diária e participação social.

Causas: Decorrente do processo natural do envelhecimento.

Prevenção: Com alguns cuidados básicos, no entanto, as pessoas podem evitar os desgastes sensoriais, preservando visão, audição, paladar, olfato e tato.

Manter uma vida saudável, alimentação balanceada, evitar o fumo e bebida alcoólica, higiene bucal, controlar as doenças crônicas como Diabetes e Hipertensão.


Depressão:

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão atinge 121 milhões de pessoas ao redor do mundo e está entre as principais causas que contribuem para incapacitar um indivíduo. A OMS prevê que até o ano de 2020 a depressão passe a ser a segunda maior causa de incapacidade e perda de qualidade de vida.

O que é: A depressão é uma doença ou um distúrbio afetivo, que atinge a humanidade desde suas origens, atingindo a autoestima, também o sentimento de inferioridade, tristeza, pessimismo, combinando entre si e aparecendo com extrema frequência. Particularmente no idoso estes sintomas podem estar mascarados em outras queixas, sendo de extrema importância a avaliação de um médico para o diagnóstico correto.

Causas: Entre os principais fatores estão:  a falta ou perda de contatos sociais, história anterior de depressão, viuvez, ansiedade, falta de atividades sociais.

Prevenção: A prática de atividade física regular, a manutenção de convívio social e da atividade intelectual é fundamental na prevenção da depressão. O idoso deve aproveitar o seu tempo livre para aprender novas coisas e voltar a estudar aquilo que gostaria e que por algum motivo não pode faze-lo. Além disso, na manutenção do acompanhamento médico de rotina será avaliado se os sintomas podem estar relacionados a utilização de algum medicamento de uso contínuo.


Infecção urinária:

O que é: A Infecção do Trato Urinário (ITU), conhecida popularmente como infecção urinária, é um quadro infeccioso que pode ocorrer em qualquer parte do sistema urinário, como rins, bexiga, uretra e ureteres. Pode ser causado por bactérias, vírus, fungos e outros microrganismos. Consiste também em uma das causas de desidratação nos idosos.

Causas: Obstrução urinária (próstata aumentada, estenose de uretra), presença de corpo estranho (sonda vesical, cálculo urinário), incontinência urinária. Sendo mais frequente em mulheres principalmente as que entraram na menopausa devido à falta do estrogênio.

Prevenção: urinar com frequência, beber bastante água, cuidado com higiene na região genital, evitar banhos de imersão ou duchas higiênicas.

Voltar