Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Síndrome do olho seco: o que é, sintomas e prevenção Saúde Ocular

Home > Matérias > Saúde Ocular > Síndrome do olho seco: o que é, sintomas e prevenção

Sindrome Olho Seco

Passar muito tempo na frente do computador ou da televisão pode levar a um problema conhecido
como síndrome do olho seco, que acontece quando há um desequilíbrio na produção ou composição das lágrimas, dificultando a lubrificação adequada dos olhos.

Em um olho saudável, as lágrimas fluem naturalmente pela córnea, nutrindo suas células e  proporcionando uma camada de proteção ao ambiente externo. Quando esse processo é  prejudicado, o olho se torna suscetível a agentes alérgenos e irritantes e a visão pode ser  comprometida.

Causas 

Além do uso excessivo do computador e televisão, essa disfunção pode ser causada por alterações hormonais, principalmente durante a menopausa; uso contínuo de descongestionantes nasais, anti-histamínicos, anticoncepcionais e antidepressivos; doenças autoimunes, como artrite reumatoide e lúpus; e outras condições crônicas, como diabetes e distúrbios da tireoide.

O envelhecimento também é um fator de risco para a síndrome do olho seco. De acordo com o Instituto Nacional do Olho, órgão governamental dos Estados Unidos, pessoas com mais de 50 anos são mais propícias a desenvolveram essa condição.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da síndrome do olho seco são:

- Sensação de ter entrado um grão de areia nos olhos

- Ardor

- Lacrimejamento, seguido de ressecamento os olhos

- Dor

- Vermelhidão

- Visão embaçada

Tratamento

Normalmente, a síndrome do olho seco pode ser controlada com o uso de colírios lubrificantes e anti-inflamatórios, receitados somente pelo oftalmologista.  Nos casos em que o ressecamento é mais severo e os colírios não funcionam, o profissional pode optar por implantar um pequeno dispositivo para fechar a saída do canal lacrimal, impedindo a perda das lágrimas, ou então, realizar procedimentos cirúrgicos.

 

Cuidados e prevenção

Existem alguns cuidados que são importantes tanto para quem já tem a síndrome do olho seco como para quem deseja prevenir o problema:

- Evite longos períodos em frente ao computador: faça pausas de tempos em tempos, piscando os olhos repetidamente por alguns segundos.

- Mantenha os ambientes umidificados, principalmente no inverno.

- Evite o uso prolongado de ar condicionado.

- Antes de dormir, higienize bem a região dos olhos, eliminando a oleosidade da pele e os restos de maquiagem.

Voltar