Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Anemia falciforme: causas, sintomas e tratamento Doenças Comuns

Home > Matérias > Doenças Comuns > Anemia falciforme: causas, sintomas e tratamento

Anemia Facilforme
Considerada a doença genética e hereditária de maior incidência no Brasil e no mundo, a anemia falciforme afeta as hemácias, células vermelhas do sangue, responsáveis por distribuir oxigênio aos tecidos e órgãos. A doença é diagnosticada em cerca de 3500 crianças anualmente no país. 

A anemia falciforme é caracterizada pela produção de hemácias com formato atípico, chamadas de hemoglobina S. Como consequência, essas perdem a forma  arredondada, endurecem e adquirem o aspecto de uma foice (daí a origem do nome), o que dificulta a passagem do sangue pelos vasos e a oxigenação do organismo.

Por ter origem no continente africano, a doença falciforme é mais frequente em afrodescendentes. Porém, em razão da alta miscigenação dos povos, ela pode estar presente em pessoas de qualquer etnia.

 

Causas da anemia falciforme

A anemia falciforme é causada por uma mutação genética. Se ambos os pais, na hora da concepção, transmitirem o gene alterado à criança, ela nascerá com a anemia falciforme. Mas, se esse gene for transmitido apenas por um dos pais, o filho terá o traço falciforme, que não requer acompanhamento médico.

 

Sintomas

Entre os sintomas comuns da anemia falciforme estão:

 

- Anemia (diminuição da hemoglobina no sangue);

- Dores principalmente nos braços, pernas e costas;

- Palidez;

- Icterícia (pele e olhos amarelados);

- Atraso no crescimento;

- Feridas na perna;

- Infecções;

- Aumento do baço;

- Inchaço nas mãos e nos pés.

 

Complicações

A anemia falciforme pode causar complicações graves à saúde, como:

 

- Acidente vascular cerebral (AVC);

- Alterações no funcionamento dos rins, coração e pulmões;

- Sequestro esplênico (retenção de grande volume de sangue dentro do baço);

- Atrofia do baço;

- Problemas oculares: cicatrizes, manchas, estrias, que comprometem a saúde ocular e podem levar a perdas gradativas da visão.

 

Diagnóstico neonatal

O diagnóstico é feito por meio de um exame chamado eletroforese de hemoglobina, que está incluso no teste do pezinho, e é indicado a todos os recém-nascidos. Dessa forma, com o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, é possível prevenir complicações graves.

 

Crianças que não realizaram o teste do pezinho após o nascimento podem realizar o teste de afoiçamento e o teste da mancha, como exames de triagem, e a eletroforese de hemoglobina, como exame confirmatório.

 

Tratamento

A anemia falciforme não tem cura e requer acompanhamento médico por toda a vida. Não existe um tratamento específico para a doença em si, apenas medidas que visam prevenir e minimizar as consequências.

Como habitualmente situações de infecção, desidratação, período pré-menstrual, problemas emocionais e gravidez podem desencadear as crises de dor, e as complicações já descritas, o tratamento visa prevenir o estresse gerado por estas situações.

Manter uma boa nutrição e hidratação, administração de vacinas para prevenção de doenças transmissíveis, além de fazer um diagnóstico precoce de infecções para que seja realizado o tratamento adequado são medidas indicadas.

Além disso, nos casos graves, pode haver necessidade de terapia de transfusão sanguínea.

 

Sinais de alerta

É importante procurar atendimento médico sempre que ocorrer febre persistente acima de 38ºC, dor torácica e abdominal, falta de ar, náuseas e vômito, dores de cabeça persistentes e aumento súbito do volume do baço.

 

Pretender ter filhos? Faça o teste da anemia falciforme!

Se você pretende ter filhos e não tem certeza se você ou o seu companheiro possuem o traço falciforme, pense sobre a possibilidade de realizar o exame de diagnóstico( Eletroforese de hemoglobina). O planejamento pré-concepcional é importante não só para uma gestação saudável como também para a avaliação de riscos. Converse com o seu médico.

Voltar