Participe das Iniciativas

O SulAmérica Saúde Ativa foi feito para você! Por isso trazemos iniciativas
para uma vida mais saudável, que oferecem cuidados por completo.

Iniciativa desejada

Dados pessoais

/ /
-
*Campos obrigatórios

As Iniciativas Saúde Ativa estão disponíveis para os Segurados SulAmérica Saúde. Para conhecê-las, clique em Pra Você > Iniciativas.

Se preferir, entre em contato via e-mail saudeativa@sulamerica.com.br ou pela Central de Atendimento
SulAmérica 0800-970-0500 para tirar suas dúvidas ou participar da iniciativa.

Recebemos seu interesse em participar do Saúde Ativa! Em breve entraremos em contato.
OK

Matérias



Motivos pelos quais você está ganhando peso Bem Estar

Home > Matérias > Bem Estar > Motivos pelos quais você está ganhando peso

As suas roupas já não te servem mais e o ponteiro da balança não para de subir. Você já tentou diversas formas de emagrecer, incluindo dietas e a prática de exercícios físicos, mas mesmo assim está difícil eliminar os quilos em excesso. Por que será?

O aumento de peso nem sempre está relacionado ao abuso de alimentos gordurosos e calóricos, como muitas pessoas pensam. Alguns hábitos e condições de saúde, como sono inadequado e distúrbios da tireoide, podem estar diretamente ligados ao excesso de peso. 

                           


Confira alguns exemplos: 

 

Dietas da moda

A cada dia surgem dietas milagrosas que, embora prometam uma rápida redução de medidas, são difíceis de manter em longo prazo.

Com esse processo de perder e ganhar peso repetidamente, a tendência é que o metabolismo desacelere cada vez mais, provocando o famoso efeito sanfona (de perda e ganho de peso). Por isso, sempre busque orientação nutricional antes de começar uma dieta.

 

Idade

Com o avanço da idade, o metabolismo desacelera naturalmente, diminuindo a queima de calorias. Nesse caso, o ideal é reduzir o consumo de alimentos calóricos e praticar exercícios físicos com frequência, principalmente aqueles que aumentam a massa muscular, como a musculação e o pilates. Eles ajudam a deixar o metabolismo mais rápido, já que os músculos gastam calorias em repouso. 

 

Dormir pouco

O sono age como um regulador de dois hormônios que afetam o apetite: a leptina e a grelina. A leptina está relacionada à saciedade e ao estímulo do gasto energético, enquanto a grelina é responsável por estimular o apetite e a produção de gordura. Quando uma pessoa dorme poucas horas por noite, o nível de leptina cai e o de grelina aumenta. O resultado é um aumento drástico na fome. Por isso, é extremamente recomendável dormir ao menos 7 horas por noite.

 

Estresse

O estresse é um reconhecido fator de risco para o aumento de peso. Ele faz com que o corpo produza hormônios, que em excesso, aumentam o apetite e diminuem o controle sobre o que se come. Além disso, pesquisas já demonstraram que o estresse pode fazer com que o organismo gaste menos calorias do que o normal. O ideal a se fazer é buscar formas de controlar o estresse e investir em atividades relaxantes como yoga, pilates e meditação.

 

Distúrbios da tireoide

O hipotireoidismo é uma condição que faz com que a glândula tireoide não produza hormônios adequadamente, afetando o metabolismo e outras funções do organismo. Além do aumento de peso repentino, o hipotireoidismo provoca cansaço excessivo, sonolência, queda de cabelo, entre outros sintomas. Consulte seu médico se notar esses sinais.

 

Voltar